"A melhor forma de vencer as dificuldades é agradecê-las a Deus". (Beata Maria do Divino Coração)

Chamo-as pelo seu nome | O Senhor é meu Pastor, nada me faita!


  • galeria
  • galeria
  • galeria
  • galeria
  • galeria

Temos de convir que a imagem do pastor, numa sociedade industrial e tecnicista, fica um pouco marginalizada e talvez radique aqui o silêncio e a insensibilidade para com a figura de Jesus Cristo enquanto BOM PASTOR, mas dado que é sempre tempo de refazer caminho, proponho-me caminhar convosco na descoberta do Bom Pastor, o meu, o vosso Pastor.

 

A condição básica para experimentar que o Senhor é meu Pastor é conhecê-lo, pois assim como Ele conhece as suas ovelhas e as chama pelo seu nome, elas também O devem conhecer e ouvir a Sua voz.

 

O Salmo 23 revela-nos o que a ovelha vive e o que sente que é para si o Bom Pastor.

Vou partilhar convosco um pouco da minha experiência como “ovelha” do Bom Pastor, à luz deste Salmo. Utilizei uma linguagem “afectada” para alguns, bem sei, mas para mim essa linguagem está a fazer falta no nosso mundo calculista e mecanizado. Estamos a esquecer que só com o coração é possível criar relação.

Só com o coração podemos entrar na intimidade de Jesus BOM PASTOR e nós carecemos disso.

 

 

“O SENHOR É MEU PASTOR NADA ME FALTA

 

Todo o pastor cuidadoso traz as suas ovelhas limpas e bem alimentadas, cada uma tem valor, custou um preço (e que grande preço eu custei ao meu Pastor!) Quando alguma se tresmalha, o pastor deixa todo o rebanho e procura-a até a encontrar e quando a encontra põe-na alegremente aos ombros, limpa-a de todos os espinhos, sara-lhe as feridas e fá-la repousar…

 

Eu também já experimentei isto. Sempre que me afasto do caminho iniciado, ecoa a sua voz suave e persistente a procurar-me… e quando nos reencontramos… como é terno o Seu Perdão, e reconfortante a Sua Misericórdia! Experimento então que com Ele nada me falta. Sinto que o Seu Amor O leva a baixar-Se para elevar aquela que ama!

É este o meu Bom Pastor!

 

 

EM VERDES PRADOS ME FAZ DESCANSAR”

 

“Qualquer pastor que se preze, busca prados verdes e abundantes para o seu rebanho e para lá o conduz dia após dia.

Não creio que as ovelhas vivam preocupadas com o dia de amanhã, que armazenem sofregamente…

 

O meu Pastor conduz-me a prados refrescantes e neles me convida a repousar, a confiar tranquilamente, porque Ele veste até os lírios do campo…

A minha preocupação exagerada priva-me de repousar na Sua Intimidade.

A Intimidade é o prado repousante do meu Pastor!

 

 

“E CONDUZ-ME ÀS ÁGUAS REFRESCANTES”

 

É normal uma ovelha sentir sede, o pastor sabe-o e satisfaz essa necessidade conduzindo o rebanho a dessedentar-se.

Se no percurso alguma ovelha o ultrapassa procurando águas menos próprias, uma cajadada leve, mas oportuna, a reintegra.

 

Eu também sinto sede, é normal, mas quantas vezes busco águas impróprias para uma ovelha do Bom Pastor! Quantas vezes me antecipo inquieta, ultrapassando o meu Pastor que respeita o ritmo das suas ovelhas!

Por tudo isto, também já experimentei a repreensão do seu cajado no mais íntimo da minha consciência, só que isso não me retrai, antes torna-me mais apta a saborear as Suas Águas refrescantes e a pensar em todos aqueles que nunca experimentaram a felicidade de conhecer e provar água pura, fresca e cristalina como a que me dá diariamente o meu Pastor.

O meu Pastor é em mim uma nascente a jorrar para a vida eterna!

 

 

“RECONFORTA A MINHA ALMA,

 GUIA-ME PELOS CAMINHOS MAIS SEGUROS

 POR AMOR DO SEU NOME.”

 

“O pastor conhecedor, leva as suas ovelhas por caminhos mais directos, mesmo que não sejam os mais fáceis, e se alguma se afasta ou busca ervas não próprias, recondu-la com o seu cajado e aplica-lhe uma varada para a ensinar.”

 

O meu Pastor também tem preferência por caminhos mais directos e estreitos, por caminhos de justiça e por isso mais seguros, mas nem sempre fáceis.

Paralelamente, o mundo oferece-me os seus atractivos, as suas comodidades, o seu consumismo e libertinagem… e a vontade fraqueja…

Já obriguei o meu Pastor a usar em mim, fortemente, o seu cajado, para me acordar…

Como então doeu! Senti-me desanimar, quis mesmo fugir-Lhe envergonhada, mas Ele pacientemente procurou-me e ofereceu-me o Seu Perdão.

Que suave refrigério, que bondoso e amado Pastor!

 

 

“MESMO QUE ATRAVESSE OS VALES SOMBRIOS,

NENHUM MAL TEMEREI PORQUE ESTAIS COMIGO;

O VOSSO BASTÃO E O VOSSO CAJADO

DÃO-ME CONFORTO”

 

As mudanças sazonais levam o pastor atento a buscar alternativas para o seu rebanho.”

 

Também o meu Pastor se debruça cuidadosamente sobre as suas ovelhas, redobra de cuidados quando a doença, a idade ou as vicissitudes da vida se adensam, quando nos sentimos abandonadas e a esperança fraqueja…

É nestes momentos de dor que a força, a coragem, são mais necessárias e, diz-me a experiência, que o meu Pastor está então comigo, com o seu cajado, para me apoiar e estimular. O seu contacto transmite-me paz, coragem e uma grande e íntima alegria.

Lamento as vezes em que não me apoiei confiante ao seu bordão, as vezes em que não soube ver a sua acção protectora.

Que oportuno é o meu Pastor!

 

 

“PREPARAIS-ME UM BANQUETE

FRENTE AOS MEUS ADVERSÁRIOS.

UNGIS COM ÓLEO A MINHA CABEÇA

E A MINHA TAÇA TRANSBORDA.”

 

Quando o rebanho não sai para pastar, o pastor não se demite, cuida das suas ovelhas, retira-lhes os espinhos ou parasitas, acaricia-as… e quem não associa a flauta ao pastor que toca para as suas ovelhas?

 

Na casa do meu Pastor não há ociosidade. Ele nos entretém coração a coração e nos prende com os acordes da Sua Intimidade.

Neste partilhar, Ele torna meu, o sentir da humanidade, e não posso mais pertencer-me. Invadem-me os interesses do Seu Reino e como o seu servo apetece-me gritar: “O Amor não é amado!” Não receio riscos nem o ridículo.

O meu Pastor é tudo para mim!

 

“QUERO HABITAR NA SUA MORADA PARA TODO O SEMPRE!”

 

Ovelha PxP



12 de Maio de 2011

3 comentários

Filomena, 28-Jun-2011 10:06:24
Gostei muito do texto mas ainda gostei mais das ovelhinhas! Filomena

Madalena Silva - Oeiras, 15-Mai-2011 16:05:49
Parabéns Irmãs do Bom Pastor por este dia do Bom Pastor que é de festa para vós. Parabens e obrigada. Junto de vós encontrei a mãe, o pai, a família, que não tive na minha infência e juventude. Hoje tenho uma família bem constituida e a pautar-se pelos valores que junto de vós aprendi. Que o Bom Pastor vos ajude a fazer por muitas jovens o que fizestes por mim. Bem-hajam! Madalena Silva - Oeiras

Marta, 12-Mai-2011 17:05:51
Gostei. Penso que encontrei aqui a possibilidade que procurava de compreender e aumentar a minha relação com Cristo Pastor. Obrigada. Marta Ferreira










enviar »  
  • BEATA MARIA DO DIVINO CORAÇÃO

    [ver mais]

  • 150º aniversário da Beata Maria do Divino Coração

    [ver mais]

  • Beata Maria Droste

    No dia 13 de Fevereiro de 1964,< ...
    [ver mais]

  • Festa de Santa Maria Eufrásia Pelletier

    Este ano, no dia 24 de Abril, vamos celebrar a [ver mais]

pensamento
"O amor torna fáceis todas as coisas". (Beata Maria do Divino Coração)
identidade | a história que se faz | em missão | fotos | notícias | chamo-as pelo seu nome | partilha | links | encontros | contactos
Site com resolução de 1024x768 | Todos os direitos reservados